Download Free Designs http://bigtheme.net/ Free Websites Templates

CONCEPÇÃO DO CURSO

A valorização que a sociedade do conhecimento atribui à educação toma como um dos elementos fundamentais do processo de ensinar e aprender, o professor. Um professor valorizado profissionalmente pela sua competência e pela capacidade de conduzir seus alunos nas aventuras da produção do conhecimento indispensável para viver de forma digna, com qualidade de vida. Tal conhecimento deve estar ancorado, por um lado, na perspectiva de que mais do que ser criativo, é preciso imaginar e construir o século XXI e por outro, na colocação desse conhecimento a serviço e como parte integrante da construção de competências.

Formar, educando para a cidadania e comprometendo cada cidadão com o exercício de construção cotidiana e coletiva de uma nova cultura, certamente é a tarefa desafio de educadores e de instituições educacionais. Como processo permanente de aprendizagem, a Educação é a mais importante atividade humana, porque nos permite desenvolver a habilidade que só nós seres humanos possuímos, que é a habilidade de criar. E é por meio da criação que podemos pensar em um desenvolvimento social e humano que nos leve à superação das desigualdades sociais, da exclusão, da marginalização, que são as mais perversas doenças sociais. Neste contexto é preciso que as agências formadoras estejam preparadas para responder às demandas e às exigências da sociedade do conhecimento, da informação e da Educação. Nessa sociedade a Educação ganha novo e fundamental papel, ela que foi, é e continuará a ser a prioridade das prioridades, pois permitirá continuar sustentando a vida nas cidades, nos estados, nos países e no planeta, preparando o cidadão para o mundo.

A proposta que ora apresentamos, além de estar em consonância com as novas diretrizes do processo de formação, tem a preocupação de ser uma alternativa viável de melhoria da qualidade do ensino da Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental. Requer um misto de reengenharia e de inovação, pois nos coloca como protagonistas do desencadear de um processo permanente de formação/capacitação que possibilite ao mesmo tempo: a compreensão das demandas do tempo presente (novos paradigmas de aprendizagem, de currículo, de avaliação etc.) e que aproxime das agências formadoras dos interesses e necessidades da sociedade.

Sendo a competência a mais importante meta da formação dos professores, organizamos o curso a partir das competências cognitivas globais que abrangem todas as dimensões profissionais do professor.

FINALIDADE

Formar profissionais da educação a partir da concepção de competências para trabalhar na Educação Infantil, Séries Iniciais do Ensino Fundamental e outros serviços educacionais na escola, capazes de interagir, de construir uma nova visão de mundo, preparando seres autônomos intelectualmente e gestores do seu processo de aprendizagem.

PERFIL DO PROFISSIONAL

Profissional com competência para atuação reflexiva e crítica, de caráter multidisciplinar com capacidade para interagir na Educação Infantil, Séries Iniciais do Curso Fundamental, com crianças de 0 a 11 anos de idade levando-as à construção de sua identidade e à conquista de sua autonomia intelectual para iniciar o processo de apropriação da lecto-escrita e do pensamento matemático, das manifestações naturais, sociais, artísticas, culturais, políticas, tecnológicas, da formação de atitudes e valores e da interação com os membros da coletividade no exercício da cidadania. Prepara também profissional da Educação para prestar serviços de supervisão pedagógica, orientação e acompanhamento pedagógico além de gestão nas escolas do ensino básico.

O egresso do curso de Pedagogia deverá estar apto a:

I - atuar com ética e compromisso com vistas à construção de uma sociedade justa, equânime, igualitária;
II - compreender, cuidar e educar crianças de zero a cinco anos, de forma a contribuir, para o seu desenvolvimento nas dimensões, Entre outras, física, psicológica, intelectual, social;
III - fortalecer o desenvolvimento e as aprendizagens de Crianças do Ensino Fundamental, assim como daqueles que não tiveram oportunidade de escolarização na idade própria;
IV - trabalhar, em espaços escolares e não-escolares, na promoção da aprendizagem de sujeitos em diferentes fases do desenvolvimento humano, em diversos níveis e modalidades do processo educativo;
V - reconhecer e respeitar as manifestações e necessidades físicas, cognitivas, emocionais, afetivas dos educandos nas suas relações individuais e coletivas;
VI - ensinar Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Artes, Educação Física, de forma interdisciplinar e adequada às diferentes fases do desenvolvimento humano;
VII - relacionar as linguagens dos meios de comunicação à educação, nos processos didático-pedagógicos, demonstrando domínio das tecnologias de informação e comunicação adequadas ao desenvolvimento de aprendizagens significativas;
VIII - promover e facilitar relações de cooperação entre a instituição educativa, a família e a comunidade;
IX - identificar problemas socioculturais e educacionais com postura investigativa, integrativa e propositiva em face de realidades complexas, com vistas a contribuir para superação de exclusões sociais, étnico-raciais, econômicas, culturais, religiosas, políticas e outras;
X - demonstrar consciência da diversidade, respeitando as diferenças de natureza ambiental-ecológica, étnico-racial, de gêneros, faixas geracionais, classes sociais, religiões, necessidades especiais, escolhas sexuais, entre outras;
XI - desenvolver trabalho em equipe, estabelecendo diálogo entre a área educacional e as demais áreas do conhecimento;
XII - participar da gestão das instituições contribuindo para elaboração, implementação, coordenação, acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico;
XIII - participar da gestão das instituições planejando, executando, acompanhando e avaliando projetos e programas educacionais, em ambientes escolares e não-escolares;
XIV - realizar pesquisas que proporcionem conhecimentos, entre outros: sobre alunos e alunas e a realidade sociocultural em que estes desenvolvem suas experiências não-escolares; sobre processos de ensinar e de aprender, em diferentes meios ambiental-ecológicos; sobre propostas curriculares; e sobre organização do trabalho educativo e práticas pedagógicas;
XV - utilizar, com propriedade, instrumentos próprios para construção de conhecimentos pedagógicos e científicos;
XVI - estudar, aplicar criticamente as diretrizes curriculares e outras determinações legais que lhe caiba implantar, executar, avaliar e encaminhar o resultado de sua avaliação às instâncias competentes.

A estrutura do curso de Pedagogia, respeitadas a diversidade nacional e a autonomia pedagógica das instituições constituir-se-á de:

I - um núcleo de estudos básicos;
II - um núcleo de aprofundamento e diversificação de estudos voltado às áreas de atuação profissional priorizadas pelo projeto pedagógico das instituições.
III - um núcleo de estudos integradores que proporcionará enriquecimento curricular.

Estrutura Curricular

Projeto Pedagógico

Coordenadora Administrativa: Andréa Maria Oliveira Versiane Santiago

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

twitter

instagram

facebook